Banner

A Free Template From Joomlashack

A Free Template From Joomlashack

Nossos Sites

Acesso - Usuário



CB Workflows

CB Online

Nenhum

Redes Sociais

 

Previsão do Tempo


Previsão de Ondas


Publicidade

Banner
Banner
Educação a Distância

Parcerias

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Ginástica Laboral E-mail

 

Labor Gymnastics

Trabalho realizado por:
CRUZ, Rogério Lopes - Fisioterapeuta

 

Contato: drrogerio_fisioterapeuta@hotmail.com

 

Resumo: Ginástica Laboral é a atividade física orientada, praticada durante o horário do expediente, visando benefícios pessoais no trabalho. Tem como objetivo minimizar os impactos negativos oriundos do sedentarismo na vida e na saúde do trabalhador. A ginástica laboral traz grandes benefícios para as empresas, motivo pelo qual essa atividade física é estimulada e implementada por diversas organizações. Os impactos negativos do trabalho podem ocorrer em diversas esferas, tais como problemas físicos, psicológicos ou sociais. Mais diretamente, a prática de exercícios físicos gera benefícios físicos para o trabalhador. Os benefícios psicológicos (estresse, poder de concentração) ou sociais (espírito de equipe, confiança) também são bastante citados em estudos diversos.

Palavras chaves: Ginástica Laboral - exercício físico – benefício.

 

Abstract: Labor gymnastics is the guided physical activity, practiced during the schedule of the expedient, aiming at personal benefits in the work. It has as objective to minimize the deriving negative impacts of the sedentarismo in the life and the health of the worker. The labor gymnastics brings great benefits for the companies, reason for which this physical activity is stimulated and implemented for diverse organizations. The negative impacts of the work can occur in diverse spheres, such as physical, psychological or social problems. More directly, the practical one of physical exercises generates physical benefits for the worker. The psychological benefits (it stress, to be able of concentration) or social (team spirit, confidence) also sufficiently are cited in diverse studies.

Words keys: Labor gymnastics - physical exercise - benefit -

 

Introdução

 

Ginástica Laboral é a prática voluntária de atividades físicas realizadas pelos trabalhadores coletivamente, dentro do próprio local de trabalho, durante sua jornada diária (SESI, 1996; apud LIMA, 2003). Consiste em exercícios, alongamentos e relaxamentos muscular, bem como a flexibilidade articular, que promova o fortalecimento de estruturas frágeis e, principalmente, o relaxamento das estruturas sobrecarregadas (Ginástica Laboral e Farmácia Verde, 2001; apud LIMA, 2003).

O trabalho ocupa um espaço muito importante na vida de todo indivíduo, sendo que muitas vezes passamos mais horas dentro de nosso local ocupacional do que em nossas casas, resultando na necessidade da criação de propostas diferenciadas para melhoria e incentivo da qualidade de vida do trabalhador ativo.

Um trabalhador produz melhor quando existe um equilíbrio harmônico entre seu desempenho profissional e estabilidade físico-mental. Entende-se que um equilíbrio harmônico dependerá da realização de atividades prazerosas e saudáveis durante a maior parte de seu tempo, principalmente em ambientes onde se permaneça muito (como o local de trabalho) e o nível de stress costuma ser alto, implicando em ansiedade, falta de concentração e queda de rendimento/desempenho produtivo.

Segundo Eliane Polito 2003, os primeiros registros da prática de Ginástica Laboral são de 1925. Neste ano, na Polônia, operários se exercitavam com uma pausa adaptada a cada ocupação particular. No Brasil, as primeiras manifestações de atividade físicas entre funcionários foram registradas em 1901, mas a Ginástica Laboral teve sua proposta inicial publicada em 1973.

A vida do homem moderno, notadamente nos grandes centros urbanos, está cada vez mais voltada ao enfrentamento de situações críticas para sua subsistência, tais como alimentação, moradia, transporte, ensino, saúde e a própria manutenção do emprego, todas elas sabidamente, situações geradoras de estresse.

A administração deste estresse tem se mostrado uma ferramenta vital nas provas técnicas de administração empresarial, já que comprovadamente, a melhoria dos níveis de qualidade de vida, baseados nas situações críticas acima mencionadas, é hoje fator diferencial entre as empresas, na competição por produtividade, qualidade e desempenho comercial.

A Ginástica Laboral tem ganhado destaque no Brasil nos últimos dois anos, sendo utilizada como uma importante ferramenta, dentro do conjunto de medidas que visam prevenir o aparecimento de lesões músculo ligamentares ligadas a atividades dentro do ambiente de trabalho.

 

Metodologia

 

Esta pesquisa enquadra-se como bibliográfica, pois foi feita com bases em documentos já elaborados, tais como livros, dicionários, periódicos como jornais e revistas além de publicações e artigos científicos, resenhas e ensaios críticos. (GIL, 2002).

 

1. Histórico da Ginástica Laboral

 

A Ginástica Laboral não é uma atividade física recente. Há relatos deste tipo de atividade desde 1925, na Polônia, onde é chamada de Ginástica de Pausa e destinada a operários. Neste mesmo período, pesquisas foram realizadas na Bulgária, Alemanha Oriental e Holanda. Na Rússia, 150 mil empresas, envolvendo cinco milhos de funcionários, praticavam e ainda praticam a Ginástica de Pausa, adaptada a cada cargo. (CAÑETE, 1996; apud POLITO, 2003).

A Ginástica Laboral chegou no Brasil por meio de executivos nipônicos em 1969, nos estaleiros Ishiksvajima, onde ainda hoje, diretores e operários dedicam-se aos exercícios, visando primordialmente à prevenção de acidentes de Trabalho.

Em 1973, segundo KOLLING 1980; apud POLITO 2003, houve uma experiência pioneira no país, com base na proposta de elaboração de exercícios, baseada em análise biomecânica, para relaxar os músculos agônicos pela contração dos antagônicos, em face da exigência funcional unilateral.

A necessidade da prática de exercícios físicos no local de trabalho remonta a Revolução Industrial (Inglaterra, século XVIII). O advento de novos processos de produção trouxe em seu bojo mudanças consideráveis no ambiente de trabalho. Mais recentemente, a Era da informática acentuou estas mudanças e catalisou suas conseqüências.Os “Tempos Modernos” impuseram uma nova rotina aos operários, que geralmente têm uma vida sedentária, passando muitas horas na mesma posição e quase sempre repetindo movimentos milhares de vezes por dia.

 

2. Conceitos da Ginástica laboral

 

A Ginástica Laboral é praticada com intervalos de cinco a dez minutos diários. Consiste em exercícios realizados no local de trabalho, atuando de forma preventiva e terapêutica no caso da LER, sem levar o trabalhador ao cansaço, por ser de curta duração e enfatizar o alongamento e a compensação das estruturas musculares nas tarefas operacionais diárias.

Ginástica Laboral é a atividade física orientada, praticada durante o horário do expediente, visando benefícios pessoais no trabalho. Tem como objetivo minimizar os impactos negativos oriundos do sedentarismo na vida e na saúde do trabalhador.

A Ginástica Laboral é um repouso ativo, que aproveita as pausas regulares durante a jornada de trabalho, para exercitar os músculos correspondentes e relaxar os grupos musculares que estão em contração durante o trabalho, tendo como objetivo a prevenção da fadiga. (KOLLING 1980; apud POLITO 2003).

 

3. Tipos de Ginástica laboral

 

Ginástica Preparatória: é realizada antes ou logo nas primeiras horas do início do trabalho. Ela é constituída de aquecimentos e/ou alongamentos específicos para cada estrutura exigida. O objetivo é aumentar a circulação sanguínea, lubrificar e aumentar a viscosidade das articulações e tendões. Geralmente tem duração de 5 a 10 minutos.

Ginástica Compensatória: é realizada no meio da jornada de trabalho, como uma pausa ativa para executar exercícios específicos de compensação. Praticada junto às máquinas, mesas de escritório e eventualmente no refeitório ou em espaço livre, utilizando exercícios de descontração muscular, visando prevenir as enfermidades profissionais crônicas. 5 a 10 minutos.

Ginástica de Relaxamento: é baseada em exercícios de alongamento realizada após o expediente com o objetivo de oxigenar as estruturas musculares envolvidas na tarefa diária, evitando o acumulo de ácido lático e prevenindo as possíveis instalações de lesões. 5 a 10 minutos.

 

4. Alguns exercícios práticados na ginática laboral

 

Ombros e braços:

  • Entrelaçar os dedos; esticar os braços para cima com as palmas das mãos viradas para cima.

  • Entrelaçar os dedos; esticar os braços para cima com as palmas das mãos viradas para cima.

  • Entrelaçar os dedos e estique os braços a sua frente (as palmas das mãos devem ficar voltadas para fora)

  • Juntar os braços ao longo do corpo; elevar os ombros, enchendo o peito de ar, e, em seguida, solte os ombros e expire (repita três vezes).

  • Manter os alongamentos durante 15 segundos e repetir três vezes.

 

Pescoço

  • Inclinar, suavemente, a cabeça para frente; manter a musculatura dos ombros relaxada;

  • Virar a cabeça para um lado, depois para o outro;

  • Inclinar, suavemente, a cabeça para um lado, depois para o outro, tentando aproximar a orelha do ombro.

  • Manter o alongamento por cinco segundos em cada lado e repita cinco vezes.

 

Costas

 

  • Com os joelhos levemente flexionados, girar o tronco na altura da cintura e olhe sobre o ombro até sentir o alongamento. (repita com o outro lado);

  • Colocar as mãos logo acima dos quadris com os cotovelos para trás; suavemente, pressionar para frente; levantar ligeiramente o osso do peito (esterno) enquanto mantém o alongamento. (respire naturalmente);

  • Inclinar para frente e alongar; manter a cabeça abaixada e o pescoço relaxado; (usar as mãos para retornar à posição vertical).

  • Manter o alongamento por 10 a 20 segundos.

 

Mãos e punhos

 

  • Sacudir os braços e as mãos ao lado do corpo por 10 a 12 segundos;

  • Manter o maxilar relaxado e deixar os ombros soltos enquanto a tensão   é eliminada;

  • Entrelaçar os dedos à sua frente; girar as mãos e punhos no sentido horário 10 vezes; (repetir no sentido anti-horário 10 vezes);

  • Com as mãos unidas na altura do peito, abaixar para separar as palmas, deixando os dedos unidos (mantenha por 10 segundos);

  • Repetir os exercícios cinco vezes.

 

4. D.O.R.T. / L.E.R. (prevenção e causas).

 

D.O.R.T. – Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho, que constituem em doenças ocupacionais que estão relacionadas à lesão por traumas cumulativos. É o resultado de uma descompensação entre capacidade de movimentação da musculatura e a execução de esforços rápidos e constantes.

L.E.R. – Lesões por Esforços Repetitivos é o nome dado por especialistas a sintomas dolorosos que acometem tendões, músculos, nervos, ligamentos e outras estruturas responsáveis pelos movimentos de membros superiores e inferiores.

Prevenção: Atividade física regular; estratégias para melhorias no trabalho; estratégias possíveis em casa; controle da tensão; realização de ginástica laboral.

Causas:

Fatores ergonômicos: força excessiva; repetitividade; posturas incorretas; compressão mecânica; vibrações; frio; iluminação; posturas estáticas.

Fatores organizacionais: horas extras; dobras de turnos; ritmo de trabalho acelerado; ausência de pausas.

Fatores psicossociais: ambiente tenso; rigidez excessiva no trabalho; problemas de relacionamento interpessoais; pressão excessiva; lesões pré-existentes.

 

5. Objetivos e Benefícios da Ginástica Laboral

 

Segundo Valquíria de Lima, 2003 o objetivo da Ginástica Laboral é promover adaptações fisiológicas, físicas e psíquicas, por meio de exercícios dirigidos e adequados para o ambiente de trabalho.

Um aspecto a considerar quanto aos objetivos e efeitos da Ginástica Laboral, no inicio do turno de trabalho, é que esta aula prepara os indivíduos para reagirem aos estímulos externos com maior rapidez. Além disso, as melhores condições físicas e mentais, proporcionadas pelo exercício, levam também a uma reação mais adequada para determinada situação.

Dentre outros, alguns objetivos da ginástica laboral são: promover bem-estar físico e psíquico; aliviar tenções por stress e por fadiga musculares ocasionadas pelas posturas inadequadas; desenvolver hábitos adequados, corrigindo vícios posturas; contribuir na redução de consultas médicas e acidentes de trabalho; reduzir o risco de lesões provocadas por trabalhos repetitivos; despertar o interesse por estilo de vida sadio e ativo; promover a integração, socialização e descontração do grupo.

A prática da Ginástica Laboral, segundo POLITO, 2003 traz benefícios tanto para os empregados (funcionários) como para os empregadores (empresa); tais benefícios descritos abaixo:

Benefícios para os funcionários: combate e previne as LER e DORT. Ela é uma arma contra o sedentarismo, estresse, depressão e ansiedade. Também melhora a flexibilidade, força, coordenação, ritmo, agilidade e resistência promovendo uma maior mobilidade e postura. Além disso, reduz a sensação de fatiga no final da jornada, contribuindo para uma melhor qualidade de vida do trabalhador. Outro resultado importante da Ginástica Laboral é favorecer o relacionamento social e o trabalho em equipe, desenvolvendo a consciência corporal, pois as esferas psicológica e social são beneficiadas.

Benefícios para as empresas: a Ginástica Laboral é responsável pela redução de despesas por afastamento médico, acidentes e lesões, melhorando a imagem da instituição perante a sociedade, além de aumentar a produtividade e a qualidade.

A Ginástica Labora tem por objetivo também promover a redução: das dores provocadas pelas atividades exercidas; da procura ambulatorial; dos afastamentos por motivo de saúde; dos acidentes de trabalho e do stress, e também de promover a melhoria: da saúde física e mental; do relacionamento inter pessoal; da integração; da auto-estima; da concentração; da postura no trabalho; da imagem da empresa; do ambiente de trabalho; das relações chefia e empregados e aumentando assim a produtividade e favorecendo a adaptação ao trabalho.

 

Conclusão

 

A Ginástica laboral (GL) é um programa que estimula a diminuição do sedentarismo com a mudança do estilo de vida, conscientizando os trabalhadores sobre a importância da movimentação natural do corpo, conservação da postura e sua saúde, tão fundamental para a performance profissional.

Entre tanto a GL é um exercício físico eficaz para prevenir doenças relacionadas ao trabalho. Deve-se atender as necessidades fisiológicas e sociais, bem como respeitar a opinião do trabalhador.

A Ginástica Laboral deve ser elaborada como investimento em um sistema de gestão de atividades físicas relacionadas à saúde do trabalhador, uma integração do corpo em seus aspectos físico, mental e social, e sua harmonização no ambiente de trabalho.

 

Referências Bibliográficas

 

CARVALHO, Sérgio H.F. Ginástica Laboral: Ponto de Vista.

http://www.saudeemmovimento.com.br/conteudos/conteudo_exibe1.asp?cod_noticia=815 - publicado em 03.01.2003 na Universidade Paulista – UNIP., pesquisa realizada em 12.06.2005.

 

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

 

LIMA, Deise Guadelupe. O que é Ginástica laboral e de onde vem?

http://www.cdof.com.br/consult85.htm#1 - pesquisa realizada em 10.06.2005.

 

LIMA, Valquíria de. Ginástica Laboral: atividade física no ambiente de trabalho. São Paulo: Phorte, 2003.

 

OLIVEIRA, João Ricardo Gabriel. A Prática da Ginástica Laboral. Rio de Janeiro: 2ª edição, Sprint, 2003.

 

POLITO, Eliane; BERGAMASHI, Elaine Cristina. Ginástica Laboral: Teoria e Prática. Rio de Janeiro: 2ª edição, Sprint, 2003.

 

RODRIGUES, Hector Fálcon. Ginástica Laboral.

http://www.academiawb.com.br/artigos/27.html - pesquisa realizada em 13.06.2005.

 

SOUZA, Irivaldo Rubens Vinhete Junior. Ginástica Laboral: Contribuições para a saúde e qualidade de vida de trabalhadores.

http://www.efdeportes.com/efd77/laboral.htm - pesquisa realizada em 10.06.2005.

 

Tribunal Regional Federal – Programa de Assistência aos Servidores - Equipe Técnica de produção. Ginástica Laboral.

http://64.233.187.104/search?q=cache:P5Fn5D7Uax0J:www.ba.trf1.gov.br/Prosocial/Ginastica%2520Laboral.pps+frequencia,+tempo,+s%C3%A9rie+de+exerc%C3%ADcios+de+gin%C3%A1stica+laboral&hl=pt-BR - pesquisa realizada em 14.06.2005.

 

VERDERI, Érica. Educação Postural nas Empresas. http://www.cdof.com.br/gl6.htm - pesquisa realizada em 11.06.2005.

 

 

Obs:

- Todo crédito e responsabilidade do conteúdo é de seu autor.

- Publicado em 05/11/2010 sob autorização de www.fisioweb.com.br


 
Educação a Distância
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack